Notícias Gerais
Empreendedores desenvolvem mídias sociais para incentivar causas do bem

Empreendedores desenvolvem mídias sociais para incentivar causas do bem

28-06-2017

Com a proposta de incentivar causas sociais e gerar oportunidades de criação de conteúdo com relevância, surgem plataformas visando tornar a mídia digital cada vez mais assertiva para dar sentido na vida das pessoas e de promover ações colaborativas em empresas. Dentro deste contexto, uma nova geração de empreendedores têm se destacado neste mercado em Santa Catarina.


A reportagem integra o especial SC+ e mostra uma Santa Catarina mais invodora com exemplos de statups do Vale do Itajaí e no Norte catarinense.


Três amigos lançaram há um mês o Joinday (aproveite o dia, na tradução livre). A sede da empresa fica em Rio do Sul. O aplicativo gratuito é voltado para o entretenimento e sugere um tema diário para postagem que busca interagir ao máximo os usuários para a propor engajamentos por meio da diversão e também da defesa por causas sociais.


Para desenvolver a plataforma Giovanni Richetti, de 23 anos, Lucas Menegotto, de 22 anos, e Yan Hinckel da Silva, de 22 anos, levaram três anos. Após encararem uma série de adversidades e de serem considerados por investidores “muito novos” para encarar o desafio, eles conseguiram ampliar os negócios para conquistar inicialmente o mercado brasileiro com o auxílio de um investidor-anjo.


“O Joinday veio com a vontade de realizar um sonho pessoal nosso em fazer o bem. Começamos a proposta voltada para a sustentabilidade por conta do insight que o Lucas, um dos nossos sócios, teve durante um concurso. Mas, depois percebemos que poderíamos engajar mais pessoas ao misturar as causas sociais com entretenimento”, explica Yan.


A partir disso, o grupo passou a analisar quais as datas comemorativas em que os usuários se sentiam mais motivados para postar nas redes sociais, como no Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados. Eles notaram que nos dias comuns, as pessoas ficavam sem opção de assunto e o número de publicações caíam. “O Joinday transforma os dias comuns em especiais, com opções de temas para que todo dia o usuário tenha um assunto diferente para compartilhar com os amigos”, explica.


O aplicativo tem uma timeline para postagem de fotos, em que as pessoas podem postar diretamente no feed, que é um espaço de postagem global e também é conectado com outras redes sociais. “Com engajamento, a gente propõe causas do bem como o dia saudável, da reciclagem, para economizar água, e até mesmo contra atos de corrupção como o dia do basta ou momentos inesquecíveis. Também oferecemos opções para estimular a diversão como o dia inesquecível, do time, do hobby”, explica.


Por enquanto, Yan explica que o perfil dos usuários indica jovens entre 16 a 24 anos e a maior parte do credenciamento dos usuários são da região Sul e Sudeste. Para aumentar os usuários ativos e ter maio proximidade com as marcas, dois dos sócios estão em São Paulo.


“Esperamos que os momentos do Joinday gerem boas ações no dia a dia das pessoas. Que o dia de uma boa ação, por exemplo, seja o start para ações reais, que sejam um incentivo para que cada um ao menos lembrarem que podem fazer o bem”, afirma.


Atitudes que fazem diferença:


“Acreditamos que ações do dia a dia podem ter um grande impacto no mundo. E queríamos usar o nosso background em análise de dados para mostrar como isso é possível”. É assim que o jovem Bruno Almeida, de 25 anos, explica como funciona a plataforma que ele desenvolveu em parceria com Jorge Henrique da Silva, 25 anos, e Fabiano Tristão, 36 anos. Batizada de GoforGood, o aplicativo possibilita ao usuário compartilhar ações que se identificam e promovam atitudes positivas.


Segundo ele, a ideia surgiu após identificar a demanda de usuários que tinham a vontade de compartilhar nas redes sociais iniciativas voltadas para o bem.


“Quando uma pessoa faz algo simples, como ir de bicicleta ao invés de ir de carro trabalhar, por exemplo, ela está fazendo a diferença. Mas quando mil, dez mil ou cem mil pessoas fazem atitudes como essa, começa a se gerar uma mudança estrutural. Nosso propósito é ajudar as pessoas a sentirem que estão fazendo a diferença. Isso vai desde uma pessoa que baixa o nosso app em casa até alguém que usa porque sua empresa está usando”, explica Bruno.


Ao acessar o aplicativo, é possível verificar possibilidades e desafios com propostas de ações que o usuário consegue fazer entre suas atividades cotidianas. Além disso, com uma foto a pessoa consegue comprovar o que foi feito e medir o impacto que está gerando no mundo. “Acreditamos que estar em um ambiente como o do GoforGood, onde tudo gira em torno de boas ações, gera um incentivo e engajamento entre os próprios usuários e pode criar uma comunidade muito maior”, afirma.


A sede da empresa fica em Joinville, no Norte catarinense. Desde a criação do aplicativo em junho de 2015, foram registradas mais de 1,8 mil atitudes do bem enviadas por meio de fotos por pelo menos 300 usuários. Os empreendedores também lançaram recentemente o pacote para empresas e já conta com três participantes. Para levar o engajamento ao setor corporativo, Bruno explica que a proposta é de oferecer uma ferramenta que leve uma experiência positiva de ação social ou programa de voluntariado para os colaboradores. “Nos preocupamos em ter uma comunicação divertida, fácil e voltada para o usuário. Ao mesmo tempo, fornecemos um dashboard completo para a empresa acompanhar em tempo real os dados das ações que seus colaboradores estão realizando. São relações que a empresa, o colaborador e a sociedade ganham e são a chave para uma grande transformação. E é isso que estamos buscando para o futuro”, conclui.


Fonte: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/sc-mais/noticia/empreendedores-desenvolvem-midias-sociais-para-incentivar-causas-do-bem.ghtml

Mais Notícias Gerais

<< Voltar para Notícias Gerais