PIP - 2018 (Doutores Cidadãos - Jundiaí)
Programa de Identificação de Perfil
Projeto

AkzoNobel Specialty Chemicals e Canto Cidadão apresentam:

Preparação de voluntários Doutores Cidadãos (palhaços hospitalares) em Jundiaí-SP

Olá! Como vai você? Estamos muito felizes com o seu interesse em conhecer mais sobre a preparação de novos voluntários para o programa de palhaçaria hospitalar, os Doutores Cidadãos, que o Canto Cidadão realiza, desde 2002. 

Este programa de palhaçaria hospitalar voluntária prepara e acompanha, continuamente, os seus participantes para a realização de visitas regulares (ao menos uma vez por mês) em hospitais públicos e filantrópicos da Grande São Paulo, tendo como objetivo central a promoção de bons encontros com pacientes (especialmente com adultos e idosos), acompanhantes e profissionais da saúde. Em 2018, o programa sociocultural conta com o apoio do ProAC para preparar uma turma de voluntários para atuação em Jundiaí-SP!

Torcemos para que você leia com atenção os itens a seguir, verificando se você pode e quer participar das etapas que fazer parte da preparação da turma. Depois disso, sinta-se convidado a se inscrever em uma das palestras de apresentação, que o diretor-fundador da ONG, Felipe Mello, realizará, em Jundiaí-SP.

ATENÇÃO: para participar da preparação, é preciso ter mais 18 anos ou mais.

Para ir direto para o formulário, clique AQUI

[ACORDO DE RESPONSABILIDADES] Como nos relacionamos com os integrantes do grupo 

Após a preparação inicial, os integrantes começam a fazer parte de um Acordo de Responsabilidades com vigência semestral, firmado entre a organização e os voluntários. Além do Termo de Adesão ao Trabalho Voluntário, documento obrigatório pela legislação brasileira, o Acordo também prevê um calendário (datas, horários e locais) combinado entre as partes. A cada semestre, será firmado um novo Acordo, renovando os combinados. E, como todo bom combinado, há consequências positivas (programa de reconhecimento de voluntários) e negativas (que incluem advertências e suspensões), em caso de recorrência de não cumprimento dos compromissos.

Ressaltamos que o intuito não é punir, até porque o nosso desejo é que os combinados sejam cumpridos na íntegra. Assim como é fundamental lembrar que existem situações flexíveis, como faltas por motivos de força maior ou saúde. Ou seja, o Acordo de Responsabilidades é, simplesmente, uma forma lúcida, adulta e respeitosa de deixar bastante claro, entre as partes, o que foi combinado, por conta da relevância do que a gente está se propondo a fazer juntos, especialmente para o público-final, ou seja, os frequentadores hospitalares.

[PIP - PROGRAMA DE IDENTIFICAÇÃO DE PERFIL] O caminho de entrada no grupo

Antes de começar a preparação inicial em qualquer um dos programas socioculturais hospitalares do Canto Cidadão, as pessoas interessadas participam de uma jornada com algumas etapas. Desde já, deixamos muito claro que não se trata de um processo de seleção que determinará “bons” e “ruins”. O nosso empenho, nos últimos 16 anos, foi para compreendermos cada vez melhor quais são as habilidades e competências comportamentais que as nossas nossas atividades demandam. Isso porque estamos falando de iniciativas a serem realizadas em ambientes hospitalares, que trazem peculiaridades em termos de competências comportamentais necessárias. Buscaremos reconhecer, ao longo das etapas citadas no calendário abaixo, quem, neste momento, apresenta as condições mais adequadas para a realização das atividades dos Doutores Cidadãos.

[CALENDÁRIO DO PIP EM JUNDIAÍ-SP] Etapas indispensáveis para participação 

Calendário para a entrada de voluntários na preparação de Doutores Cidadãos em Jundiaí-SP, neste segundo semestre de 2018: 

Primeira Etapa - Participação obrigatória na palestra de apresentação 

Entre 17 de Julho e 13 de Agosto, estarão abertas as inscrições para as palestras de apresentação aos interessados em participar da preparação de novos Doutores Cidadãos. Os interessados devem preencher o questionário eletrônico acessível abaixo e escolher uma das datas disponíveis: 15/08/18 (quarta-feira), das 19h30 às 21h30;  ou 18/08 (sábado), das 15h às 17h. Em 14 de Agosto, divulgaremos as pessoas convidadas para as palestras (critério de ordem de chegada até a lotação do espaço), que acontecerão à Av. Dr. Cavalcanti, 396 - 2º andar - Complexo Argos, Jundiaí-SP. 

Segunda Etapa - Preenchimento obrigatório do questionário eletrônico (após participação na palestra)

Após as palestras, os participantes das palestras (exclusivamente) receberão um endereço eletrônico com um questionário criado e validado pela parceria entre o Canto Cidadão e a FMU, envolvendo integrantes de nossa equipe, alunos e professores. O preenchimento deverá ser feito, inadiavelmente, até o dia 26/08/18. Com base nas análises das respostas do questionário, divulgaremos, em 29 de Agosto, os nomes das pessoas que seguirão no PIP e o horário das suas entrevistas. Por isso, fique atento ao site e redes sociais do Canto Cidadão. Também confirmaremos a informação, individualmente, via WhatsApp. 

Terceira Etapa - Participação obrigatória na entrevista individual

Em primeiro de setembro (01/09), será realizada a última etapa do PIP, ou seja, as entrevistas individuais. O local ainda será confirmado, mas será em Jundiaí-SP. As entrevistas terão duração média de 30 minutos. Como dissemos acima, no dia 29 de agosto informaremos os horários de cada pessoa. Mas, por enquanto, pedimos que deixe a sua agenda reservada entre 9h às 18h.

[INSCRIÇÃO PARA A PALESTRA] Primeira etapa do processo de entrada no grupo

Que bom que você decidiu ir até a palestra de apresentação! Ficaremos felizes em te conhecer. Clique aqui e preencha o formulário. No dia 14/08, divulgaremos a lista de participantes. Caso existam mais interessados que vaga, a lista contemplará a ordem de chegada das inscrições. 

[MAIS INFORMAÇÕES] Saiba mais sobre o grupo e a preparação que faremos em Jundiaí-SP, inclusive o calendário completo

Após a leitura de todas as partes apresentadas aqui (e mais as informações sobre os Doutores Cidadãos, abaixo), se alguma dúvida persistir, favor entrar em contato pelo e-mail andrea@cantocidadao.org.brSaiba mais sobre o programa sociocultural Doutores Cidadãosnos itens a seguir.

Onde atuamos?

Atualmente, trabalhamos regularmente em 14 hospitais na Grande São Paulo: Beneficência Portuguesa (unidades Bela Vista e Penha), Hospital Cruz Azul (São Paulo-SP), Hospital das Clínicas (São Paulo-SP), IOT (São Paulo-SP), Hospital São Paulo (São Paulo-SP), Hospital Brigadeiro (São Paulo-SP), Hospital Emílio Ribas (São Paulo-SP), Hospital Geral do Grajaú (São Paulo-SP), Hospital Pérola Byington (São Paulo-SP), HSPE (São Paulo-SP), HSPM (São Paulo-SP), HU-USP (São Paulo-SP), Hospital Mario Covas (Santo André-SP), Hospital Municipal de Barueri (Barueri-SP) e Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Para esse treinamento, será feita uma parceria com um importante hospital de Jundiaí-SP, que atende o público do SUS, no qual os novos voluntários atuarão, ao final da preparação inicial.

Qual é o calendário da preparação inicial da turma de Jundiaí-SP? 

Etapa 1: dias 15 e 16 de setembro, sábado e domingo, das 10 às 18h, em sala de aula e visita hospitalar;

Etapa 2: dia 22 de setembro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula;

Etapa 3: dia 6 de outubro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula e visita hospitalar;

Etapa 4: dia 13 de outubro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula e visita hospitalar;

Etapa 5: dia 27 de outubro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula;

Etapa 6: dia 10 de novembro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula e visita hospitalar;

Etapa 7: dia 17 de novembro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula e visita hospitalar;

Etapa 8 (extra, se necessário): dia primeiro de dezembro, sábado, das 14 às 19h, em sala de aula e visita hospitalar.

Qual é o limite de faltas para as datas acima (preparação inicial)?

Tratamos o trabalho voluntário com muita responsabilidade, ainda mais quando se trata do ambiente hospitalar. Isto posto, serão permitidas apenas duas faltas, com exceção dos dois primeiros encontros (de presença obrigatória). Reforçamos que faltas por motivos de força maior serão tratadas individualmente, com decisão soberana do Canto Cidadão.

E depois da preparação inicial, o que acontece?

O Canto Cidadão organizará, em comum acordo com os voluntários, a formação de grupos (quartetos ou trios) que atenderão os hospitais em conjunto, de acordo com um calendário semestral de visitas, ao menos uma vez por mês. Aprendemos, em 16 anos de existência, que o sentimento de grupo é um fator primordial para a continuidade do trabalho voluntário.